quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Acervo de códigos



berbére era o teu nome de sombra
luz incendiando as dunas

um presságio no silêncio das cisternas.


HFM - 6 de Dezembro de 2010

7 comentários:

Graça Pires disse...

Um presságio de silêncio com palavras que são areia e mar, fonte e sede...
Um beijo, Helena.

jrd disse...

Lindíssimo!
As marcas na areia, guiam os segredos escondidos na água.

ma grande folle de soeur disse...

belo, palavras e imagem. beijos

Ad astra disse...

pronfunda mente

belo!

Licínia Quitério disse...

Códigos do deserto e das sedes. Muito bonitos, texto e foto.

Um beijo.

Mar Arável disse...

Tudo se move

até as suas flores

de areia

heretico disse...

flor de deserto. alagando dunas. e a sede dos lábios...