sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Aguarelando


o verde da mancha tapando insónias
e a sua transparência liquefazendo
a ternura acumulada
revoltada

expressionismo de sentimentos.

HFM - 5 de Novº de 2009


8 comentários:

António Baeta disse...

Gosto muito destes teus "Traços e Cores", aqui passados à escrita.

uminuto disse...

uma aguarela de sentires em tão belas palavras
um beijo

Ad astra disse...

transparentes sentimentos

em aguarelas de ternura

...mesmo que revolta...

Justine disse...

Gosto muito da imagem utilizada!

Graça Pires disse...

As cores das palavras: em teu olhar onde todos os matizes são possíveis.
Um beijo, Helena.

heretico disse...

deslizantes as cores. na paleta dos sentimentos.

gostei muito

beijos

jrd disse...

Pinturas que se sentem.

bettips disse...

Outro quadro tão bem descrito
que o vemos
adivinhando os sentimentos.
Bj