quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Regresso

Apenas dois apontamentos retirados do caderninho que sempre me acompanha. Não sei o que faço ao tempo mas, cada vez mais, ele escorre rapidamente e eu tenho menos tempo para o apanhar em palavras. Pelo contrário cada vez ele escorre mais lentamente dentro das recordações.


1º apontamento

Não te direi do cerúleo que cobre o infinito - nele te procuro nos espasmos que a vida engasgadamente nos oferece - farrapos de céu que algum louco desenhou.

Algures no céu a caminho de Milão - Outº de 2010


2º apontamento

Início de outro dia - Milão, 2 de Outº. Vou visitar o meu amigo e, desta vez, com hora marcada! Tenho de me ir arranjar Leonardo espera-me!


9 comentários:

António Baeta disse...

É bom ter-te de novo entre nós.
É bom saber que nos trarás o teu olhar.

© Piedade Araújo Sol disse...

que belos pensamentos que Milão desencadeou.

e que Leonardo lhe sorria...

um beij

gabriela r martins disse...

reencontrei o teu link ,precisa mente ,no momento de um regresso apontado em fidelíssimos rasgos de tempo



.
um beijo

jrd disse...

Nada melhor do que o céu para guardar um esquisso do que 'vai ser'.
Leonardo merece que o saibamos merecer.
Seja benvinda
Um beijo amigo
jrd

Ad astra disse...

olhares
recordaçoes

saudades...

Graça Pires disse...

Milão é inspirador, Helena.
Um grande beijo.

Luis Eme disse...

dois apontamentos que dizem muito...

abraço Helena

bettips disse...

Fica um esgarçar de nuvem.
Lembranças.
Bjinhos

maria manuel disse...

o escoar do tempo às vezes apela ao registo, como se temessemos que a memória nem tudo retenha. e que interessantes apontamentos: da poética visão das nuvens à expectativa do "encontro" com o grande leonardo.

beijo, Helena, e obrigada por partilhar connosco os seus apontamentos :)