sexta-feira, 22 de março de 2013

Sem título


Ressoava nas palavras
o silêncio
compondo no eco o poema.

HFM - 10.03.2013

5 comentários:

António Baeta disse...

É no silêncio que se colhe o material de que são feitos os sonhos... e os poemas.

jrd disse...

Que sintonia perfeita.

Ad astra disse...

harmonia!

heretico disse...

silêncios vibrantes...

Luis Eme disse...

sim.