segunda-feira, 31 de maio de 2010

Sem título


há dores e os dias
não correm de feição

uma lágrima aloja-se no mar.

5 comentários:

jrd disse...

...e a maré enche.

heretico disse...

enorme. do tamanho do Mar...

beijos

Ad astra disse...

dai o mar salgado

Ana disse...

O mar a guardar todas as dores. Tal como guarda as alegrias.

Luis Eme disse...

sim...

e enche e salga, como já se disse muito bem, o mar...

abraço Helena