quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Foge no mar a cor. Calor que une céu e água. Uma conjugação de luz e refracção. Uma simbiose que faz destes dias a paz com um Verão que o não foi. Ericeira na sua primeva pureza.


HFM - Ericeira, 11 de Outubro 2011

7 comentários:

Licínia Quitério disse...

Assim tem sido. Uma luz estonteante.

Ad astra disse...

tranquila reflexão

simbiose

mfc disse...

Gostei muito desta visão pura!

Mar Arável disse...

Bonita a sua Ericeira

Luis Eme disse...

sim, Helena.

a culpa foi do Agosto, esse malvado. :)

heretico disse...

vibrante como cristal. em sua nitidez...

belíssimo.

beijo

© Maria Manuel disse...

já não passava há muito tempo, saudades de ler o mar assim, pela sua mão poética.

abraço, Helena.