quinta-feira, 6 de outubro de 2011




ouviste o assobio?
linho envolvendo nos dias
a ausência
como uma mortalha
ou apenas a bruma

uma sombra que não era miragem.



HFM - Outº 2011



3 comentários:

Ad astra disse...

e o vento que tras o assobio também afasta sombras

mfc disse...

Ouvimos e vemos o que desejarmos...
Tudo aquilo que fizer falta aos nossos sentimentos!

heretico disse...

poema lunar. carregado de assombros.

beijo