sábado, 26 de dezembro de 2009


HFM


O lugar periférico onde te encontrei
guarda o silêncio e o marulhar das ondas



ritmos de eternidade.



HFM - Lisboa, 26 de Dezembro de 2009

9 comentários:

jrd disse...

Traços e palavras. Sempre.
Um abraço

maria azenha disse...

uma síntese perfeita.
o rigor do ritmo no traço do verso.

Abraço grande, Helena.

2010 como deseja.


mariah

P.S.

Pode enviar-me o seu email?

o meu é maatsete@gmail.com

Mar Arável disse...

Silêncios

com memórias

batista disse...

trilhar teus versos, assimilar idéias, recriar o que tão generosamente partilhas... e te desejar um Natal cotidiano com muita Paz.
um abraço fraterno e saudoso.

~pi disse...

tudo é periférico

] na sua essência

eterna

[ ondulada,





beijo






~

Licínia Quitério disse...

Que beleza de árvore! Ritmos apurados, exactos.

Beijo.

Arabica disse...

Há periferias que moram bem no centro gigante do nosso peito.

Bom ano, Helena.

Um beijo.

Ad astra disse...

guardo, as tuas palavras

ritmadas,

marulhar das ondas

bettips disse...

Húmido
mas não cinzento como o tempo.
Bom Ano Helena
Obg pela companhia que me tens feito.