segunda-feira, 8 de março de 2010

João de Deus 180º aniversário





Sempre atento o meu amigo António Baeta fez hoje este destaque; não lhe podia ficar insensível pois sou um produto da Cartilha Maternal e do espírito, em certa medida pioneiro, do Jardim Escola João de Deus à Estrela onde aprendi a escrever, a ler e a desenvolver as minhas competências a nível sensorial e artístico; neste campo destaco aos sábados de manhã o trabalho em barro.

Em jeito de confirmação fica esta página do Século ou do Diário de Notícias, não sei bem, onde estou na 2ª fila voltada para nós com um grande laço na cabeça, sou a terceira.



Este post é particularmente dedicado à minha irmã que por lá também andou, antes de mim, e que é outro produto desse "Viveiro".

4 comentários:

Amélia disse...

Aqui está o outro produto do viveiro a dizer PRESENTE.
O farfalhudo lacinho ficava-te mm a matar.
Bjos da Melunça

Ad astra disse...

Não é do meu tempo, mas gosto da "Cartilha Maternal"

e ficas tão bem de lacinho e franjola:D

Teresa Durães disse...

Também lá andei assim como os meus filhos. Infelizmente não tem a mesma filosofia...

hoje venho fazer-te um convite para passares lá no Voando.

Ana disse...

Parabéns ao "Viveiro" onde se desenvolveu a tua sensibilidade e sentido artístico.
Um beijo, Helena.