quarta-feira, 17 de março de 2010

Sem título


nas entrelinhas da pauta
as linhas que a música desenha
no solfejo da empatia

entranhas dos instantes
onde os deuses se passeiam.

HFM - Lisboa, 12 de Março de 2010



4 comentários:

jrd disse...

Divina é a música.
Abraço

Ad astra disse...

e ja se sente música no ar

Graça Pires disse...

As entrelinhas onde os deuses se passeiam... Fantástico...
Um beijo, Helena.

heretico disse...

assim a(s) empatia(s) - solfejo de almas!

... indiferentes à indiferença dos deuses.

sublime,

beijos