domingo, 26 de julho de 2009

Sem título

quando assento na areia o passado
um voo rasante de gaivota
debica-me a infância.


HFM - Ericeira, 13 de Julho de 2009

10 comentários:

António Baeta disse...

Tão curiosa imagem!

jrd disse...

Lindo! Histórias da Menina e o Mar.
Abraço

mariab disse...

bela forma de dizer. tão intensamente tua!
beijo

Licínia Quitério disse...

Os pássaros da infância que nunca nos largam.

Um beijo.

Ad astra disse...

e logo uma gaivota...


essa tua inspiração não se esgota!

mfc disse...

as recordações estremecem-nos.

Teresa Durães disse...

muito bom! gostei bastante!

Graça Pires disse...

O mar. Os pássaros. A infância.
Um belo poema.
Um beijo Helena.

addiragram disse...

Gostava de saber dizer assim...

Luis Eme disse...

lindo...

abraço Helena