quarta-feira, 5 de novembro de 2008

O velho


Lentamente levantou os olhos
deparou-se com o caos
sorriu ao vento.



HFM - Lisboa, 25 de Outubro de 2008

8 comentários:

isabel mendes ferreira disse...

e acreditou?



.




oxalá!



.


beijo. sempre novo.

Teresa Durães disse...

o absurdo como companhia

jrd disse...

...e foi-se mar adentro.

melgadoporto disse...

Que trazia cheiros do passado.
Sabores da vida que viveu.
Sons de vozes conhecidas.
Sorrisos que ajudam a esquecer o caos.
De hoje…
:-)

mfc disse...

A indiferença também dá para sorrir!

Maria disse...

... e adormeceu...

beijo, a sorrir

Ana disse...

Sabedoria ou indiferença?

maria m. disse...

alguma sabedoria nos traz.